26 de setembro de 2010

Você já ouviu falar nas 7 áreas de Influência?


Se tem um assunto que gosto de fazer as pessoas refletir é sobre as 7 áreas de influência que o Reino pode usar para transformar a sociedade. Eu acredito demais que as pessoas que tem um relacionamento com Deus verdadeiro, podem, através de seus dons e vocação, transformar o mundo. Cada pessoa em seu lugar. Seria uma revolução silenciosa, e anônima. A revolução do fermento.

Eu vejo que há tanto desperdício de potencial humano nas igrejas... Principalmente quando a gente vê ao povo se matando pelos ministérios do microfone... Eu entendo que 95% do trabalho que se faz para o reino, se faz longe do púlpito... Mas onde apenas 5% das pessoas que dizem servir a Deus estão envolvidas.

Quais são essas 7 áreas?


Essa semana estive na ENVIA (Escola Noturna Vida Abundante) refletindo sobre esse tema. Tínhamos 50 alunos presentes. 3 dias de ensino foram poucos pra desdobrar todos os temas e subtemas... Mas ficou no ar um desafio: eu posso servir a Deus na área que já estou inserido... Ou ainda, se eu quero servir a Deus de verdade, preciso buscar qual a vontade específica de Deus para minha vida.

Ah, meu desejo era que aqueles irmãos pudessem entender que o Reino não cabe dentro da Igreja. É a Igreja que cabe dentro do reino. E que a gente precisa tanto mudar nossos pensamentos por pensamentos superiores se a gente quiser ver transformação na nossa geração...

Às vezes eu penso que o Brasil não leva muito a igreja a sério, porque a Igreja não leva o Brasil a sério. Grande parte da mudança desse país poderia ser iniciada nas igrejas... Mas a gente tem feito da Igreja uma topic celestial, e que quando estiver lotada, Jesus vem buscar. Fala sério?! Isso é muito pouco para o verdadeiro corpo de Cristo. Eu creio que se cada discípulo de Jesus:

1. priorizar o relacionamento com Deus ao invés da vida religiosa apenas,

2. buscar um entendimento subordinado a mente de Cristo ao invés de repetições alienadoras

3. e descobrisse a sua vocação no reino, ao invés de cargos-cargas...

As coisas seriam bem diferentes.Agora, faço com o banco santander: Vamos fazer juntos?

Pense nisso.

Saulo

Indico sobre esse assunto a leitura de:

O MODELO SOCIAL DO ANTIGO TESTAMENTO, POR LANDA COPE

EDITORA JOCUM

Nenhum comentário: